Cachete - S. M. Antigamente, no Nordeste do Brasil, era assim que se chamava qualquer comprimido para dor.

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Jornal Nacional Partidariza Reportagem e Prova que Princípios Editoriais da Globo são Alegoria


Em agosto de 2011 as Organizações Globo lançaram, com grande estardalhaço, um documento intitulado “Princípios Editoriais”, contendo as “normas e condutas que os veículos do grupo devem seguir para que seja cumprido o compromisso de oferecer jornalismo de qualidade”, conforme noticiou o G1 , portal do grupo.

Quem conhece minimamente o histórico dos meios de comunicação da família Marinho – no conjunto da população brasileira, é um contingente ínfimo de pessoas – sabe que os tais “princípios” não passam de alegoria, balela, conversa pra boi dormir, (mais uma) tentativa de iludir ou enganar incautos sobre a verdeira natureza do grupo Globo: uma instituição política disfarçada de empresa de informação e entretenimento.

Indo ao que interessa, na edição do Jornal Nacional – principal produto jornalístico da Globo, que é assistido todas as noites por dezenas de milhões de pessoas em todo o Brasil – de terça-feira (31/1), foi exibida uma reportagem sobre a visita da presidenta Dilma a Cuba (confira o vídeo e o texto completo da matéria aqui ).

A abordagem da emissora, que considera Cuba uma ditadura onde a liberdade é sufocada e o povo vive oprimido, não espanta e nem sequer incomoda muito, embora a parcialidade se transforme muitas vezes em desonestidade.

“O diabo está nos detalhes”, diz um célebre ditado inglês.

No encerramento da matéria, o apresentador William Bonner leu nota que seria uma manifestação da Comissão de Direitos Humanos (CDH) da Câmara Federal. Para isso o JN recorreu ao 2º vice-presidente do órgão.

“Sobre as declarações de Dilma, o vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, Arnaldo Jordí, do PPS do Pará, lamentou que o governo brasileiro tenha deixado a garantia dos direitos individuais fora da pauta de discussões em Cuba. O deputado disse ainda que a comunidade internacional não aceita mais a privação de direitos como a liberdade de expressão e de organização política”. (William Bonner, JN, 31/01/2012)

Curioso a emissora ter recorrido à terceira pessoa na hierarquia da CDH – a presidenta é a deputada Manuela D’Ávila (PCdoB-RS) e o 1º vice-presidente é o deputado Domingos Dutra (PT-MA) – apenas para garantir a manifestação de um deputado que faz oposição ao governo federal, embora apresentado como porta-voz de uma instituição especializada nas questões de direitos humanos.

Questionei a deputada Manuela D’Ávila pelo Twitter e ela confirmou que não foi procurada pela reportagem, como eu suspeitara.

E falei por telefone com o deputado Dutra, que também não foi contatado pela Globo.

O fato grave, gravíssimo, é que a emissora, ao ignorar a hierarquia institucional da Comissão de Direitos Humanos, apenas para emprestar à sua reportagem um ar de isenção e legitimidade que o órgão reconhecidamente possui, desrespeitou o órgão e, assim, assinou o atestado de partidarização da pauta, o que fere os seus princípios editoriais (leia abaixo).

Pior ainda, pregou uma peça em toda a audiência do telejornal, que saiu com a impressão de ter ouvido uma declaração da Comissão de Direitos Humanos criticando o governo.

Essa é a ética da Rede Globo. Esse é o respeito pelos princípios editoriais que os herdeiros de Roberto Marinho assinaram, em nome dos seus filhos e netos.

Da Manuela D’ávila e de Domingos Dutra, a Globo jamais arrancaria uma crítica à postura do governo de não abraçar a pauta da oposição, que só fala de direitos humanos em países inimigos dos EUA: Cuba, Irã, Venezuela, entre outros.

Jamais você vai ouvir alguém do PSDB ou do DEM (ou algum veículo da Globo) falar – talvez algum polpitico do PPS fale – sobre as violações de direitos humanos no Iraque, no Afeganistão, na Arábia Saudita ou mesmo nos EUA, que tem extensa folha corrida de desrespeito aos direitos básicos da sua própria população.


Para a Rede Globo, prisões em massa na ocupação de Wall Street não são violações de direitos humanos (Foto: Centro de Mídia Independente/EUA)

Daí a forjar uma manifestação da Comissão de Direitos Humanos da Câmara é uma prática típica dos assassinos que dizem, com as mãos ensanguentadas diante da vítima: “a culpa é do punhal”.

Seria muito importante, a bem da verdade, que a Comissão se pronunciasse a respeito dessa fraude político-jornalística.

Lamentável. Mas não surpreendente.

Mais uma vez, a Rede Globo mostra – ainda que sutilmente – a sua verdadeira natureza: uma organização política.

Leia alguns trechos dos Princípios Editoriais da Globo que rejeitam a partidarização do trabalho noticioso.


“(…)
Um jornal de um partido político, por exemplo, não deixa de ser um jornal, mas não pratica jornalismo, não como aqui definido: noticia os fatos, analisa-os, opina, mas sempre por um prisma, sempre com um viés, o viés do partido. E sempre com um propósito: o de conquistar seguidores. Faz propaganda. Algo bem diverso de um jornal generalista de informação: este noticia os fatos, analisa-os, opina, mas com a intenção consciente de não ter um viés, de tentar traduzir a realidade, no limite das possibilidades, livre de prismas. Produz conhecimento. As Organizações Globo terão sempre e apenas veículos cujo propósito seja conhecer, produzir conhecimento, informar.
(…)
h) É imperativo que não haja filtros na composição das redações.
i) As Organizações Globo são apartidárias, e os seus veículos devem se esforçar para assim ser percebidos;
As Organizações Globo serão sempre independentes, apartidárias, laicas e praticarão um jornalismo que busque a isenção, a correção e a agilidade (…).”



Opinião dO Cachete:
Esqueceram de falar dos Direitos Humanos na Prisão na Base Americana de Guantanamo, também! São parciais!

Globo Ignora Greve de Fome na Sua Portaria e Destaca Morte por Greve de Fome em Cuba

Desde segunda-feira, o jornalista Pedro Rios Leão está fazendo greve de fome em frente à sede da Rede Globo, no Rio de Janeiro. A ação não é apenas um protesto, mas uma reivindicação. Pedro busca a compreensão de algum jornalista funcionário da Globo da importância de cobrir com transparência a expulsão de 6 mil pessoas da comunidade de Pinheirinho, no interior de São Paulo. Há indícios que tenha havido morte de moradores na invasão da Polícia Militar que retirou as centenas de famílias do local para devolver o terreno ao especulador condenado Naji Nahas.

Pedro Rios viajou para São Paulo para acompanhar de perto a angústia dos moradores de Pinheiro. “O governo federal tentou intervir e foi expulso a tiros e o governador Geraldo Alckmin usa a PM como uma gangue, cometendo crimes como se ele fosse o rei da cidade” disse

– Eu chorei três vezes na cidade … a partir do momento em que você está em uma cidade que evidentemente a PM age por seu impeto e em uma cidade que a PM explusa o governo federal a tiro você fica muito nervoso.

Pedro saiu do Rio de Janeiro perturbado quando viu que o Pacto Federativo havia sido quebrado em nome de Naji Nahas, que é um empresário que atua como comitente de grande porte na área de investimentos e especulação financeira, nasceu no Líbano e chegou ao Brasil no começo da década de 1970 com US$50 milhões para investir e montou um conglomerado de empresas que incluía fábricas, fazendas de produção de coelhos, banco, seguradora e outros, mas tornou-se nacionalmente conhecido depois de ter sido acusado como responsável pela quebra da Bolsa de Valores do Rio de Janeiro em 1989. “Eu não sei se as pessoas de São José sabem quem é Naji Nahas, mas isso me deixou bastante inervado como deixaria inervado qualquer cidadão do Rio de Janeiro que conheça esse homem” afirmou Pedro.


A Rede Globo segue em silêncio, e é contra esse silêncio que Pedro Rios se revoltou. O sistema político-econômico parece começar a enfraquecer e da mesmo forma o sistema midiático brasileiro começa a ser questionado cada vez com mais veemência.

Pedro afirma que houve mortes na reintegração de posso do terreno em Pinheirinhos e essas noticias não estão sendo divulgadas e diz que tanto o Naji Nahas, como governador Geraldo Alckmin e o banqueiro Daniel Dantas representam um risco a sociedade e deveriam ser presos em flagrante por violação dos direitos humanos e apoia que as pessoa devem denunciar no Tribunal Penal Internacional. ” A Justiça não vai fazer nada, eu estou em frente a Globo porque é o último ponto de resistências deles, e o máximo que eles vão fazer é abafar o caso”.

Quando perguntado sobre o que faria ele parar a greve de fome, Pedro Rios foi direto dizendo que uma intervenção do Governo Federal e a retratação dos fatos como realmente eles aconteceram.


Opinião dO Cachete:
Vão esperar o Pedro Rios morrer para dar destaque??? Hipócritas!

PGR Arquiva Representação de Juízes Contra Eliana Calmon

LARYSSA BORGES
Direto de Brasília

O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, determinou nesta terça-feira o arquivamento da representação que a Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), a Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) e a Associação Nacional dos Magistrados Trabalhistas (Anamatra) haviam protocolado contra a corregedora nacional de Justiça, Eliana Calmon. A iniciativa das entidades foi consolidada após uma acusação de que o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) teria extrapolado suas funções e promovido uma devassa na movimentação financeira de mais de 200 mil servidores e magistrados do Judiciário.

Amanhã, o Supremo Tribunal Federal (STF) deve julgar uma ação direta de inconstitucionalidade (ADI) que questiona a abrangência de atuação do órgão de controle externo do Judiciário e que pode culminar no esvaziamento de funções de CNJ.

Ao opinar sobre o caso, o procurador-geral disse, entre outros argumentos, que não houve vazamento de dados sigilosos sobre as movimentações financeiras, uma vez que o relatório sobre transações atípicas de magistrados e servidores de tribunais não contêm a identificação das pessoas cujas movimentações financeiras podem ser suspeitas.

Para as entidades, a ministra poderia estar envolvida na quebra ilegal e inconstitucional, sem autorização judicial, do sigilo bancário e fiscal de juízes, servidores e familiares. A própria Eliana Calmon já negou qualquer irregularidade e acusou as mesmas associações de magistrados de fazer "declarações incendiárias" para tentar abafar os debates sobre a atuação e os poderes de investigação do Conselho Nacional de Justiça.

"Isso não é devassa fiscal, isso não é quebra de sigilo. Isso é um trabalho que é feito pelos órgãos que fazem o controle administrativo. Não houve quebra de sigilo fiscal ou bancário, muito menos devassa ou vazamento de informações sigilosas", defendeu Calmon após ter sido acusada de participação nas ações.

Fonte: Portal Terra

Opinião do Cachete:
Tomaram na toba toga! 

Dilma Concede Entrevista Coletiva em Cuba

Jornalistas do PIG Infiltrados...

Fernando Morais X Yoani Sánchez

Conhecido defensor de Cuba e um dos jornalistas mais renomados do Brasil, autor do clássico A Ilha e do recém-lançado Os últimos soldados da guerra fria, Fernando Morais não se curva diante do endeusamento midiático da dissidente Yoani Sánchez. De Porto Alegre, onde participou do Fórum Social Temático, ele foi taxativo: “Não mexerei um palito pela blogueira cubana”.

Por Altamiro Borges

O motivo é simples. Para ele, toda a campanha midiática em defesa de Yoani Sánchez e as críticas à revolução cubana “só ajudam o inimigo” – os Estados Unidos, que mantêm um criminoso bloqueio à ilha. “Sou defensor da liberdade de expressão. Mas, em primeiro lugar, defendo o direito de 11 milhões de cubanos que estão sendo espezinhados pelos norte-americanos”.

Sem inocência diante dos EUA

Fernando Morais participou de um debate na sexta-feira (27) sobre o seu novo livro, Os últimos soldados da guerra fria, que trata da prisão e condenação nos EUA dos cinco cubanos que investigavam as ações terroristas da máfia de Miami. Ele conhece a fundo as provocações patrocinadas e financiadas pelo império contra a revolução cubana e não se ilude com o alarde midiático.

“Já perdi a inocência com os Estados Unidos. Na política externa, não faz a menor diferença se é democrata ou republicano. Quem meteu os norte-americanos nas piores aventuras externas foram os democratas”, argumentou. Para ele, o governo Obama “não mudou absolutamente nada” nas relações com Cuba e mantém o bloqueio, as provocações e os subsídios à conspiração na ilha.

Em defesa da soberania cubana

“Em nome das minhas convicções, não posso apoiar uma moça que vem dedicando sua vida a combater a revolução. Eu não vou mexer um palito para que essa moça venha ao Brasil”, concluiu. Fernando Morais reconhece que há erros e limitações em Cuba, mas afirma que isto não justifica as tentativas do império para derrubar o regime cubano, ferindo sua soberania e independência.


Opinião dO Cachete:
Claro que o Fernando Morais está certo... E não é nepotismo da minha parte...

Alckmin Institui 'Gabinete Antiprotesto'


Palácio dos Bandeirantes monitora manifestações organizadas nas redes sociais e muda agenda do governador
Em seis dias, tucano deixou de ir a dois eventos; assessoria nega que protestos pautem atos do governo
Luiz Carlos Murauskas/Folhapress
Governador Geraldo Alckmin visita obras no rio Pinheiros, em SP; o tucano tem evitado comparecer a eventos em que pode ser alvo de protestos
Governador Geraldo Alckmin visita obras no rio Pinheiros, em SP; o tucano tem evitado comparecer a eventos em que pode ser alvo de protestos

DANIELA LIMA
DE SÃO PAULO
O Palácio dos Bandeirantes passou a monitorar manifestações organizadas nas redes sociais para evitar que o governador Geraldo Alckmin (PSDB) seja alvo de protestos em agendas públicas.
Nos últimos seis dias, Alckmin não foi a dois eventos em que sua participação estava prevista. Ambos foram marcados por atos contra o governo, detectados antes pelas cúpulas da Casa Civil e da Comunicação do Palácio.
O primeiro furo na agenda oficial foi na última quarta-feira, quando o governador deixou de participar de missa na catedral da Sé pelo aniversário de São Paulo.
A decisão foi tomada na noite que antecedeu o evento, após reunião com os secretários da Casa Civil e da Comunicação.
A missa ficou marcada pelas imagens do prefeito Gilberto Kassab sendo atingido por ovos atirados por pessoas que protestavam contra a desocupação de Pinheirinho, em São José dos Campos.
Ciente da manifestação, Alckmin perguntou ao vice, Guilherme Afif Domingos, se poderia representá-lo.
O mesmo aconteceu no último sábado, quando o governador faltou à inauguração da nova sede do Museu de Arte Contemporânea (MAC). Também houve protesto na saída do evento, mas dessa vez, além de ovos, os manifestantes levaram sacos com chuchus para arremessar contra as autoridades.
Os vegetais eram referência a apelido dado ao governador pelo colunista da Folha José Simão, que o chamou de "picolé de chuchu".
As manifestações, organizadas com auxílio de militantes de partidos que fazem oposição ao governador, são monitoradas pela subsecretaria de Comunicação e por um assessor de Alckmin.
Como contraponto, os aliados organizam duas grandes agendas externas, esta semana, fora da capital.
Em nota, a assessoria de imprensa do governo negou que Alckmin tenha faltado à inauguração do MAC. Disse que o governador não havia confirmado presença tanto que cumpriu outra agenda, na região da Nova Luz.
O texto diz ainda que Alckmin não foi à missa do aniversário de São Paulo "por uma questão familiar".
"A hipótese [de que Alckmin está evitando protestos] é um desrespeito à história do governador e uma tentativa de travestir grupelhos truculentos de movimentos democráticos", finaliza a nota da assessoria do governo.

CNJ Investiga Desaparecimento de 600 Computadores

video

Se vierem a Pernambuco e pesquisarem na Justiça do Trabalho... Vão achar muitas irregularidades. Tem vara que só paga processo mediante pagamento de propina. Quem não paga tem que esperar... e muito! Eu sou vítima, mas não posso provar e tenho que ficar calado!

Esquerda ou Direita?

A Decisão é sua...

sábado, 28 de janeiro de 2012

Pinheirinho: Entrevista com a Juíza Márcia Loureiro

Jornal O Vale

Temis chora envergonhada...

Entre Aspas da Globo News e o Tiro que saiu Pela Culatra!

O circo foi armado e a entrevista estava bem direcionada desde o título, mas esqueceram de combinar com os entrevistados...

Vi no Facebook: Bombeiros do Rio de Janeiro



Estes são os bombeiros chamados há alguns meses atrás por nosso governador de "vândalos e irresponsáveis". Na época do movimento de luta deles por melhores condições chegou a prender os manifestantes no presídio de Niterói (eles tinham o menor salário de bombeiro entre todos os estados do Brasil e tinham tentado diálogo por anos a fio, sem sucesso). Estamos de luto pela tragédia do desabamento dos 3 prédios cariocas - na situações de crise esses caras são os heróis. Os "vândalos irresponsáveis" estão, mais uma vez, de parabéns. Continuam trabalhando incansavelmente enquanto o governador estava "ocupado" demais sequer para visitar o local da tragédia. Fica o registro.

Pinheirinho: Repórter se Emociona em Entrevista

video
Muito triste!

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Surgem Nomes de Desaparecidos no Pinheirinho

Pretendo ir a São José dos Campos com amigos ver com os meus próprios olhos e ouvir com estes ouvidos o que de fato aconteceu por lá.
Na próxima segunda-feira, integrarei uma comissão de ativistas pelos direitos humanos, parlamentares, juristas e jornalistas que passará o dia no local.
À noite, haverá uma sessão pública na Câmara Municipal de São José dos Campos em que será feita uma denúncia formal sobre desaparecimentos.
Conversei hoje com várias pessoas, entre as quais o advogado das vítimas do Pìnheirinho e presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) de São José dos Campos, doutor Aristeu César Pinto Neto.
Ele confirma os nomes dos desaparecidos, conforme matéria divulgada no Terra e que me foi passada mais cedo por membro do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos Humanos, Bruno Cardoso.
Esses nomes foram divulgados na quarta-feira pelo portal Terra. Vejam os nomes
—–
por Bruno Cardoso
Conselheiro da CONEDH (Conselho Estadual de Defesa dos Direitos Humanos)
Estive hoje junto com a Rede contra a Violência e com a Justiça Global visitando as famílias que foram desalojadas da comunidade Pinheirinho, em São Jose dos Campos, SP. Muita tristeza e lágrimas. Relatos dizem que houve mortos na desocupação, inclusive crianças.
Existem 05 desaparecidos:
• Ivo Teles dos Santos – 75 anos: denunciado por sua ex-mulher Ozorin Ferreira dos Santos.
• Edite Almeida de Lima – 80 anos, portadora de Alzheimer. Passou mal com a entrada da polícia e foi levada por ela ao Hospital Municipal do Parque Industrial. Os familiares foram ao hospital depois e a recepção informou que ela tinha tido alta e indo embora sozinha do hospital. Letícia, Lidiane, Caio (jornalista) e Rafael (jornalista) foram ao Hospital do Parque e um funcionário chamado Jerônimo informou que ela tinha passado por lá no domingo e sido levada por policiais, pois estava perambulando nas ruas. Teria sido atendida e fugido pelos fundos do hospital. Para mais informações, falar com Shirley e Rosana no Hospital para pegar o prontuário. Os denunciantes são Adélia Almeida da Silva (filha) e Michael da Silva (neto);
Nota do editor: há informações de que essa pessoa já teria sido encontrada, mas o autor da denúncia, Bruno Cardoso, não confirma.
• Josefa de Fátima Jerônimo (não se sabe se é de Pinheirinho mesmo) teria sido enterrada no Cemitério do Parque na segunda por doença no aparelho circulatório, mas, no Hospital da Vila e do Parque, não havia registro de entrada com esse nome;
• Gilmara Costa do Espírito Santo, Beto (esposo) e Lucas Costa do Espírito Santo. A denúncia é de Lourdes, tia de Gilmara e Cleudes Nascimento Pereira;
• Mateus da Silva (mãe Maria Lúcia da Silva) – 8 anos: Passou mal, entrou em estado de choque e foi levado pela polícia, que disse que o levaria ao hospital, mas ele desapareceu. A denúncia é de sua avó.


Fonte: Blog da Cidadania

Renato de La Rocha: O Feitiço que Vai Virar Contra o Feiticeiro

Caros amigos e amigas.
Como é público e notório, os EUA, Israel e os seus imbecis aliados europeus ou União Européia, intencionam sufocar a economia do Irã por causa do seu programa nuclear, para isso pretendem "bloquear" as importações do petróleo iraniano a partir do dia 1º de julho. Data muito conveniente para dar-lhes tempo de "rever o mercado" fornecedor, bem como quando termina o inverno no hemisfério norte, é claro.
Porém, no dia 29/01, o parlamento iraniano pretende votar uma nova lei, em caráter urgentíssimo, que proíbe as "exportações" do seu petróleo, a partir do dia 1º de fevereiro, para toda a Europa e para os EUA.
Isto é o que denomino de "feitiço que virou contra o feiticeiro", pois o Irã vai pegar todos no "inverno". Além disso e por causa disso, certamente, o preço do barril do petróleo deverá subir por causa do "desajuste do mercado fornecedor". 
Outrossim, prevejo que, a partir de fevereiro, os europeus (Grécia, Itália, Espanha e outros), além de ficar sem petróleo, vão ter que buscar "novos fornecedores" e ainda irão pagar mais caro para comprar a mesma coisa que compravam do Irã.
A Arábia Saudita prometeu atender à demanda, mas duvido que ela possa atender em pouco tempo e sem alterar o preço.
Hoje, só na Espanha, existem mais de 5 milhões de "desempregados" (23% da população ativa) e será uma das mais atingidas com "boicote" iraniano, porém, os seus governantes preferem aliarem-se à causa dos judeus e dos EUA e por isso vão fazer a população sacrificar-se "um pouquinho" mais. A Itália, que é "aliada", está devendo até a alma e tem milhões de desempregados, também vai sofrer com o boicote do petróleo do Irã.
A Europa e os EUA crêem que eles são os únicos mercados do petróleo iraniano, pois desprezam o potencial das economias da Ásia, da África e da América do Sul. Bem como eles esquecem que o Irã, sozinho, pode mudar o mercado do petróleo no mundo, bastando apenas baixar alguns dólares no preço do barril exportado para os "outros", ou seja, para os que respeitam o direito à autodeterminação dos povos.

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Isso é Justiça????

Ditadura Militar Paulista!

Um bando de cínicos! Desde o Oficial da Polícia até a Oficial de Justiça!

Se o PSDB assumir novamente a Presidência do Brasil, voltaremos a uma Ditadura Militar. A escolha é nossa...

Os "Adevogados" e o Direito à Ignorância

Triste, muito triste!

Dinheiroduto da Justiça: Uma Festa!

Vergonhoso!

Conheço uma Vara da Justiça do Trabalho em Recife que, enquanto você não libera propina, seu processo não é colocado para julgamento/pagamento. E toda Vara está envolvida! Eu sou uma das vítimas! Mas como não posso provar... e sou cachorro pequeno... é melhor ficar calado...

Ricardo Boechat e o Pinheirinho

Grandioso!

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Programa Tema Quente: Advogado Toninho Ferreira X Major PM Marcelo Soffner


O major foi bem treinado... Principalmente em ser hipócrita. Quando ele fala que a polícia é treinada em respeitar os direitos humanos eu quase vomitei...

Pinheirinho: Policia Militar de São Paulo em Mais um Ato Pacífico

Crápulas Racistas!

3º Protesto Contra o Aumento da Passagem no Recife

E você, vai?

Deputado Estadual Tulio Isac (PSDB) de Goiás Tenta Humilhar Professores e Acaba Pagando Mico

Zero em Português!
A Especialização deles é outra...

Bom Dia Brasil: A Rede Globo em Defesa do Chuchu!




Me chocou a unilateralidade da "reporcagem" e a marginalização dos moradores do Pinheirinho...

As Vozes do Pinheirinho

  • Guarda municipal dispara contra repórter e moradores do Pinheirinho
  • Para juiz, prefeito pode ser responsabilizado por reintegração no Pinheirinho
  • Alckmin faz Suplicy esperar duas horas para recebê-lo; senador queria evitar violência da PM contra moradores do Pinheirinho
  • Líder do PT acusa Justiça paulista de ter errado
  • Tropa de Choque lança bombas contra deputado e crianças
    Fonte: Rede Brasil
  • segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

    A Guerra de "Gravata"

    Sem comentários!

    Pernambuco e São Vicente: De Capitanias Lucrativas a Ditaduras Policiais Militares

    Invasão do Pinheirinho


    Protesto Contra Aumento de Passagens em Recife


    A sociedade civil organizada precisa repensar o papel e a necessidade das Polícias Militares no Brasil... Servem apenas para serem agentes de repressão do Estado contra movimentos civis pacíficos... A Consciência Coletiva Policial Militar tem por comportamento padrão a truculência antes do diálogo, o tapa antes do acordo, o tiro antes da negociação. Pena que alguns bons policiais militares tenham que pagar por esse meu discurso. Lamento por eles também...
    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

    "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil quanto ela mesma."
    (Joseph Pulitzer)