Cachete - S. M. Antigamente, no Nordeste do Brasil, era assim que se chamava qualquer comprimido para dor.

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Augusto Nunes e os Esqueletos do Armário

Você conhecem o pilantra da foto, não? Pois é. O Augusto Nunes. O blogueiro da VEJA. O que vive dando rabo de arraia (sintomático) e voadoras em todo mundo que não concorda com as palavras por ele vomitadas no seu Blog.
Acontece que, baseado em uma informação de um leitor dO Cachete, o Marcelo, eu investi árduos R$ 16,20 em um livro no Sebo da Torre aqui em Recife. Este livro chama-se Cuba Hoje - 20 Anos de Revolução de Jorge Escorteguy. O livro é de 1979 - logo, "Cuba Hoje" não é mais a Cuba de hoje! Mas valeu o investimento! A maior surpresa está, entretanto, no prefácio do livro. Em defesa da Cuba d'aquela época, com o regime militar "a mais de mil no Brasil", um jovem que se iniciava no jornalismo resolveu prefaciar o livro. Este jovem chama-se Augusto Nunes! Duvida? Clique aqui e baixe as páginas escaneadas por mim. Pode ser homônimo? Fica a dúvida. A mesma do homônimo do Ali Kamel que fez um filme pornô!

Agora eu entendo por que, apesar das constantes declarações de amor, carinho e apreço pelo Jornalista Celso Arnaldo, ele não quer sair do armário! Ele está cheio de esqueletos!!!


Capa do Livro Cuba Hoje

Como dizia o Poeta:
"Tua piscina está cheia de ratos, tuas idéias não correspondem aos fatos... O tempo não pára!".

... Vai para o grupo que costuma dizer "Esqueçam tudo que eu escrevi!".

Continuo de olho em você, Augustinho... Sai desse armário, garoto!

2 comentários:

Esquemas táticos disse...

Grande Giovani.

Esses caras têm que ser desmascarados mesmo. Como eu disse, eu coloquei uns trechos do livro dele no blog, achando que ele ia comentar. Infelizmente não deu certo.

Eu já tinha esse livro há muito tempo e também tinha dúvidas sobre a autoria do prefácio. Realmente pode ser um homônimo, mas pesquisei a carreira do Augusto Nunes e, no final dos anos 70, ele trabalhava na Veja. Depois perambulou por outros veículos do PIG. Tem uma entrevista na revista APMP em Reflexão, da Associação do Ministério Público de São Paulo, em que ele dá a entender que era de esquerda. Então, é grande a chance de ser ele mesmo.

http://www.midia.apmp.com.br/apmpemreflexao/revista/pdf/reflexao13.pdf

Veja logo no início da entrevista, nas páginas 6 e 7, quando ele fala que era do Movimento Estudantil e, depois de 1973, foi para a Veja.

Abraços,

Marcelo Costa.

Giovani de Morais e Silva disse...

Excelentes informações, Marcdelo! Valeu a dica!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

"Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil quanto ela mesma."
(Joseph Pulitzer)