Cachete - S. M. Antigamente, no Nordeste do Brasil, era assim que se chamava qualquer comprimido para dor.

sábado, 3 de abril de 2010

A Morte de Alfredo Sirkis

Após esta bela mensagem, ele me bloqueou no Twitter

Nos idos de 1988, eu, jovem estudante de engenharia eletrônica da Universidade de Pernambuco, em minhas tardes de estudos na Biblioteca da Faculdade de Administração, achei um livro que me chamou a atenção - Os Carbonários (Prêmio Jabuti de 1981) de um certo Alfredo Sirkis. Como não era aluno de Administração, não podia retirar o livro por empréstimo e o li na biblioteca mesmo, e em alguns dias. O autor contava com detalhes de sua luta contra a ditadura militar ao lado de um tal Carlos Minc. Fatos envolvendo o sequestro do embaixador americano, ações com Lamarca... Confesso, virei fã incondicional dele. Na época, sem internet, eram poucas ou quase nenhuma as informações sobre ele. Segui minha vida! Às vezes, ouvia o JN falar sobre ele e sua tendência verde... Por mim, tudo bem. Ele era meu herói de final de adolescência... e heróis estão sempre certos! Haveria um bom motivo para isso!
Há dois meses, em viagem de férias ao Rio de Janeiro, tive o prazer de conhecer uma pessoa que, depois vim a saber, era uma de suas assessoras... Excelente pessoa! Pedi-lhe para que enviasse um abraço de um pernambucano-fã ao grande herói Alfredo Sirkis! Me senti mais perto do herói.
Ontem consegui segui-lo no twitter. Seria muito bom conversar com um herói de carne e osso! Enviei 3 mensagens sobre a questão do Tratado de não Proliferação de Armas Nucleares... Ele deu uma porradas no Armadinejah... Tudo bem. Ele não é obrigado a gostar do Irã. Falei com ele sobre o Tratado de Kioto, não assinado pelos EUA.... E recebi a bela mensagem acima! Seguido do block do Vereador Alfredo Sirkis (PV-RJ). O que aconteceu com o herói? Foi comprado? Misturou-se ao PSDB? Ao DEM dos Maia?

É triste ver um homem vender sua consciência por um punhado de votos.

Para mim, a partir de hoje, Alfredo Sirkis morreu durante a Ditadura Militar. Foi emboscado pelos agentes da repressão e tombou morto, crivado de balas, mas atirando enquanto ainda tinha forças.
Os Carbonários foi escrito por um Ghost Writer em sua homenagem... E aquele herói dos Anos de Chumbo continua vivo em minhas boas lembranças de adolescência.

Certa vez quando perguntaram a Fidel Castro por que ele não colocava nomes de pessoas vivas em ruas e praças de Cuba. Ele respondeu que enquanto estamos vivos, corremos o risco de cairmos em desgraça. O Comandante Fidel estava certo!

Descance em paz, Alfredo Sirkis!

17 comentários:

Prodígios Lopes disse...

Vc. está chateado com a morte de seu heroi? Imagine então aqueles revolucionários da época de Gabeira, militante do glorioso PCB, participante do sequestro do embaixador americano, etc. e tal. Já pensou? Por isso mesmo até hoje meu heroi continua sendo FIDEL CASTRO, que não amarelou nem quando GORBACHEV entregou o mundo à sanha capitalista.

Giovani de Morais e Silva disse...

Lopes, Sirkis estava com Gabeira no sequestro do embaixador... É triste! Obrigado pelo comentário! Abraço!

LEN disse...

desde que entrou no governo césar maia que eu percebi essa mudança radical de postura do Sirkis. Todos podem mudar de opinião, mas você não pode se transformar em tudo aquilo que você combateu, até para mudar de opinião é preciso coerência. abração Giovani.

Giovani de Morais e Silva disse...

Muito bem definido, LEN. Um grande abraço!

DiAfonso disse...

Cumpadi Giovani, boa noite!

Mas... ele morreu de quê mesmo?!?! Uns tão "dizeno" que foi demência... Já outros já boatam que foi a pouca repercussão de seus feitos... Sabe como é... Fora da mídia o cara entra em depressão e coisa e tal...

rsrsr

Abs!

Sorit neles!

Giovani de Morais e Silva disse...

Todos os meus heróis morreram de tiro (Che e Lamarca), drogas (Jimmy Hendrix e Jannis Joplin) ou aids (Fred Mercury e Renato Russo)... Eu acho que Sirkis morreu de tédio devido à vida dele... que hoje é uma merda!
Abração, Cumpadi! Temos umas cervas para beber com o Gilvan..

JBmartins disse...

Em apoio a Verdadeira democracia e contra o retorno sa Ditadura com Ze Alagão e PIG olhem o link http://osinimigosdejoseserra.blogspot.com/

Giovani de Morais e Silva disse...

Valeu, JBMartins! Grande abraço!

DiAfonso disse...

Temos, sim, Cumpadi... Vamos ver se dar certo desta vez. Tenho até um lugazim filé: O Mercado da Madalena. O meu amigo Geovane (quase seu homômino) foi indicado para adminstrar o mercado. Lá a gente põe o papo em dia!

Deixe-me ver um tempinho na agenda... certo?!?!

Abs e FELIZ PÁSCOA!

Giovani de Morais e Silva disse...

O Mercado é show!!! Já tomei uma lá... Feliz Páscoa para você, para a 1ª dama, Hanna e a marmanjada!!!

zcarlos disse...

Cumpadi Giovani não fique triste não com essa morte... ouvi dizer por aí que a causa foi uma metamorfose ambulante!
Tenho certeza que a abuta que temos pela frente lá no Méxicu vai fazer vc esquecer desse vendido.
Já reparou que muitos que eram de esquerda na juventude e ao chegarem numa idade mais madura, (digamos assim), renegam seus ideais e voltam-se para idéias totalmente opostas?
Isso deve ser uma síndrome... resta pesquisar mais e achar um nome pra ela.

Apesar de não convidado, sou capaz de chegar no Mercado da Madalena pra tomar umas cervas... aguardem!

Giovani de Morais e Silva disse...

Zé Carlos, vc está convidadíssimo para a cervejada no Mercado da Madalena!!! O Cumpadi DiAfonso vai marcar o dia com o Gilvan Terror do Nordeste.

Vou pesquisar o nome da doença que causa a mutação político-translateral (ficou bonito, não?).

Abraço!

João Maria Fernandes disse...

Síndrome de Estocolmo ao contrário.

Sirkis na certa esqueceu a ternura de Yara Yavelberg, a abnegação de Zequinha (que até no último suspiro não renegou os motivos de sua luta) e a noção de justiça social que Lamarca deve ter lhe passado nos breves momentos em que estiveram juntos.

Triste fim pra ele, um herói que também morreu pra mim.

Giovani de Morais e Silva disse...

Valeu o comentário, João Maria! Grande abraço!

Aline Graziela disse...

Pelo que vi no twitter, não foi só pra vc que rolou um block. Ele não gosta de quem o leva ao passado e faz refletir sobre suas atitudes nos dias atuais. Covarde. Até o Serra, nesse aspecto (twitteiro), é mais corajoso.

Mayorca tecnologias disse...

Pelo que conheço o Alfredo Sirkis , acredito na sua coerência, honestidade, sinceridade e competência . Opositores todo os HOMENS QUE FAZEM TEM . Abs a todos.

Mayorca tecnologias disse...

Pelo que conheço o Alfredo Sirkis, acredito na sua coerência, sinceridade e competência , inclusive de pensar diferente do "politicamente correto", não ter medo de defender o que e justo, mesmo que faça perder votos . Abs a todos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

"Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil quanto ela mesma."
(Joseph Pulitzer)