Cachete - S. M. Antigamente, no Nordeste do Brasil, era assim que se chamava qualquer comprimido para dor.

segunda-feira, 1 de março de 2010

Por que não dizer quem foi Orlando Zapata?


Por que não dizer quem foi Orlando Zapata?
Por: Patria Grande

Orlando Zapata Tamayo, 42 anos, não faz parte dos mercenários que foram julgados em março de 2003 , nem tem uma "ação política ativa", como a mídia internacional divulgou para demonizar o Governo de Cuba.

Esta é a história real:

Ele estava cumprindo uma pena, a prisão de 25 anos, iniciada em 2004, com três anos, de reclusão por desordem pública, desrespeito e resistência. Sua história criminal é a de um criminoso comum.

Desde julho de 1990, foi julgado e condenado várias vezes por crimes comuns, entre eles, por perturbar a paz, danos, resistência, duas acusações de fraude, exibicionismo público, prejuízo e posse de armas. Já em conformidade com a sanção de prisão, ele foi punido diversas vezes por desordem nos presídios.

Em 2001, se vincula à contrarevolução, entre outros mercenários contactado por Oswaldo Paya Sardinas e Marta Beatriz Roque.

Em 2003, ele entrou novamente na prisão e, posteriormente, atuou em várias ações violentas na mesma, tendo agredido fisicamente oficiais de correção. Repetidamente se recusou a comer a comida da prisão e só comia comida que ele recebia de sua família.

Ele declarou uma greve de fome em 18 de dezembro de 2009, se recusou a receber atendimento médico. No entanto, ele foi transferido para o Serviço de Primeiros Socorros do Presídio, depois para o Hospital Provincial na cidade de Camaguey, e depois para o Hospital Nacional de Prisioneiros de Havana.

Nestes centros de Atendimento Médico, ele realizou exames clínicos e foram fornecidos todos os cuidados médicos necessários, incluindo cuidados intermediários e alimentação intravenosa voluntária e intensiva (intravenosa) e enteral (por Levin) e foram assegurados todos os medicamentos e tratamentos necessários até sua morte, o que foi reconhecido pela própria mãe.

Em 3 de fevereiro, a febre desapareceu em 24 horas. Ele foi posteriormente diagnosticada com pneumonia que foi tratada com antibióticos e procedimentos mais avançados. Devido à complicações de ambos os pulmões, ele foi assistido por respiração artificial até a sua morte.

Depois de entrar na prisão, a mãe Zapata Tamayo, Luisa Reyna, ligou-se a atividades de grupos contra-revolucionários, dos quais recebeu dinheiro de organizações americanas que operam no território E.U. como a Fundação Nacional Cubano Americana.

Fonte: Aporrea.org em tradução livre dO Cachete.

Opinião dO Cachete:
Procurei muito sobre a realidade da história por trás das paixões bilaterais que envolveram o caso. Esse foi o único lugar em que encontrei algo mais completo sobre a vida de Orlando Zapata. Fico abismado como a Mídia Brasileira passou a endeusá-lo de uma hora para outra... depois que ele matou-se... e antes ele era só mais um desconhecido preso cubano. Passou a ser herói americano!

7 comentários:

Angelo Milano disse...

Se Orlando Zapata morresse numa prisão brasileira na época do redentor governo militar, voces da esquerda iriam dizer que foi um martir.

Mas como é contra los hermanos sanguinários Fidel e Raul então não passa de um criminoso comum.

Voces não tem vergonha na cara de fazer uma afirmação destas?

Perguntem quanto votos teve o "presidente democrata" Raul Castro nas ultimas eleições, depois postem a besteira que quiserem.

Angelo Milano disse...

Em tempo:

Entrei na campanha QUERO DILMA...na cadeia por ter matado 4 inocentes quando foi guerrilheira.

DiAfonso disse...

É cumpadi Giovani, parece que o Angeo Milano anda meio bravo... Tão bravo que de defensor de Zapata torna-se sanguinário como "los hermanos Fidel e Raul" (palavras dele) quando gira sua ira contra Dilma... Vai entender estas contradições... rsrsr

Abs, Cumpadi!

Giovani de Morais e Silva disse...

Acredito que o Milano está mais para Frango à Milanesa... Mas, mesmo assim, vou responder ao distinto cavalheiro.

Milano, o que me espanta nisso tudo é a seletividade do senso de direitos humanos que existem em vocês que fazem a Corja da Direita deste País. Morre um prisioneiro político (?) cubano e explodem os gritos de revolta contra Cuba. Entretanto, vocês são bois de presépio quando fazem vista grossa para os crimes de guerra americanos no Iraque, Afeganistão, Granada, Honduras (Pós golpe de Micheletti) e as atrocidades feitas por Israel na Palestina... São centenas de pessoas todos os dias... Mortos em nome desta merda que o mundo chama capitalismo... Você é mais um babaca parcial que se estarrece com a morte (ele matou-se) de um cubano que portava armas, agrediu oficiais, cometeu crimes de exibicionismo, agressão, mas fecha os olhos para o resto do mundo que enterra vítimas inocentes nos paíse já citados! Conhecerás a verdade e ela te libertará... Abre teu olho, Milano!

DiAfonso disse...

Pronto,Cumpadi!

Quando será o velório do sinhô Angelo Milano?

Me avise que eu não vou... rsrsr

Blz de resposta, Cumpadi!

René Amaral disse...

Eu só queria saber onde estão os críticos e analistas desses jornais da direitassa quando se trata de Afeganistão e bombardeios de civis inocentes, Guantanamo, prisões fora dos EUA onde a CIA tortura a torto e a direito, Abu Graib, estupros cometidos por GIs Joes que não podem ser julgados por cortes locais, o apoio e a criação da Al Kaeda através de verbas da CIA pra desestabilizar o oriente médio etc…
.
Tá! Cuba é um governo de exceção mas lá, graças a Fidel e CHé, SÓ PASSA FOME QUEM QUER!

Quem quer consumir lixo imperialista, quem quer se afundar em dívidas impagaveis pra comprar o que não precisa, quem quer se deslumbrar com aquilo que mata o planeta, quem quer liberdade de ter uma imprensa igual a GROBO ou FOX news, quem quer governantes iguais a Bush e Chenney, quem quer rebolar ao som de Michael Jackson, quem quer se matar de comer hamburgeres do McDonalds, quem quer ser enganado pelos NeoCons, quem quer ser metralhado no meio de uma refeição num fastfood de bosta desses onde ocorrem os massacres que só se vê na terra da "liberdade", os EUA.

Lula não se mete com Fidel ou Cuba e até passa a mão na cabeça, mas hoje o Brasil não é mais a terra do Yes Sir.
Prefiro a companhia incômoda de Irã e Cuba que a camaradagem estilo feijoada (nós entramos com o lombo e eles entram com a linguiça) com os grandes canalhas internacionais!

Giovani de Morais e Silva disse...

É a velha seletividade de diretos humanos que eu falo, René! Seja bem vindo! Um grande abraço e obrigado pelo comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

"Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil quanto ela mesma."
(Joseph Pulitzer)