Cachete - S. M. Antigamente, no Nordeste do Brasil, era assim que se chamava qualquer comprimido para dor.

segunda-feira, 1 de março de 2010

Mais um DEMO Preso!

João  Rodrigues teria assinado uma licitação com apenas uma empresa  participante em 1999, quando era prefeito interino de Pinhalzinho, para a  contratação de uma retroescavadeira - Ulisses Job
João Rodrigues teria assinado uma licitação com apenas uma empresa participante em 1999, quando era prefeito interino de Pinhalzinho, para a contratação de uma retroescavadeira
Foto:Ulisses Job

Prefeito de Chapecó é condenado a cinco anos de prisão

O prefeito de Chapecó, João Rodrigues (DEM), foi condenado pela Tribunal Regional Federal (TRF) a cinco anos e três meses de prisão. Ele teria assinado uma licitação com apenas uma empresa participante em 1999, quando era prefeito interino de Pinhalzinho, para a contratação de uma retroescavadeira.

Além da pena de reclusão, o prefeito ainda deverá pagar R$ 2.365 de multa. O advogado dele, Ronei Danielli, pretende recorrer da decisão. Até que o caso seja julgado pelo Supremo Tribunal Federal, Rodrigues continua no cargo.

Defesa

Ronei Danielli, encaminhou ainda no dia 20 de fevereiro um recurso ao Tribunal Regional Federal onde pede uma revisão na condenação. Ele argumenta que há muitas contradições na decisão.

Primeiro considera que o caso deveria ser julgado pela Justiça Estadual, já que os recursos utilizados, mesmo os provenientes da União, já haviam sido incorporados ao patrimônio do município.

A segunda contradição é que os membros da comissão de licitação foram absolvidos e apenas foram condenados o prefeito e o então secretário de Agricultura, Luiz Hentz.

Ele observa que a atuação do prefeito interino restringiu-se a conceder a autorização e assinar o edital de tomada de preços. Completa, questionado que não houve a comprovação do dano ao erário público nem prova de pacto entre os co-autores. Segundo o advogado, sem comprovação de vantagem econômica não há crime.

O prefeito de Chapecó, João Rodrigues, disse que recebeu a notícia com um sentimento de decepção e revolta. Ele afirmou que apenas assinou a autorização para a compra de uma retroescavadeira quando assumiu interinamente a prefeitura de Pinhalzinho, com as férias do titular.

Na época, Rodrigues era vice-prefeito do município. Ele disse que as contas daquela gestão foram aprovadas pelo Tribunal de Contas. Tanto que depois disso foi prefeito de Pinhalzinho, deputado estadual e duas vezes eleito prefeito de Chapecó.

Rodrigues afirmou que não houve prejuízo aos cofres públicos e a máquina continua trabalhando até hoje.

— Não sumiu nada — justifica.

Ele achou estranho a decisão ser divulgada em período pré eleitoral, mas está confiante na reversão da decisão.

Rodrigues não acredita que isso irá interferir nas suas pretensões para a próxima eleição.

O ex-secretário de agricultura, Luiz Hentz, disse que não tinha sido comunicado da decisão e por isso não tinha como se manifestar.

Opinião dO Cachete:
É ou não é o Partido mais corrupto do Brasil?

3 comentários:

Aline Graziela disse...

Poxa, vim com tudo para te mandar esta notícia e "plim", já estava aqui... tô atrasada!

DEMOCRATAS ARRUINADOS!!!!!

Aline Graziela disse...

Ah... o Josias de Souza deu a entender que o vice de Serra será do DEM. É tudo que a Dilma precisa para terminar de pisotear o mané: um vice DEMocrata para Serra.

Giovani de Morais e Silva disse...

hehehehe, valeu Graziela!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

"Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil quanto ela mesma."
(Joseph Pulitzer)